Contribution Folders – Use com moderação!

As famosas “Contribution Folders“….peraí….você disse : Folders, right?

Sim…”Folders“..ou “Pastas”…mas não é bem o que você está pensando…

Muita gente se confunde com elas…mas também pudera…não é todo mundo que é Consultor UCM e conhece a fundo a solução.

As Contribution Folders se parecem com os diretórios ou pastas do seu desktop, veja bem…eu disse que se “parecem”….mas elas definitivamente não são “a mesma coisa”.

Contribution Folders é um nome bonitinho para um ponto de acesso WebDAV. Ele permite que você faça drag-n-drop de arquivos diretamente para o Content Server através do Desktop Integration.

Só que o Content Server não é igual ao Filesystem do seu computador…é um sistema de gerenciamento de conteúdo baseado em metadados, ok? (Content Server 101  =p)

Então…as Contribution Folders são “Pastas Virtuais”. Elas não existem fisicamente!!! Se você for olhar no seu Filesystem, elas não estarão lá. A Contribution Folder é apenas um metadado a mais, associado a um determinado arquivo, com algumas peculiaridades.

  • Você não pode ter mais de uma Folder atribuída a um arquivo.
  • Os items dentro de uma Folder devem ter nomes únicos. Se você tentar arrastar um arquivo para uma Folder, que já contenha um arquivo com aquele mesmo nome, esse item se tornará uma revisão do arquivo existente.
  • Arquivos podem ser “deletados” da Folder, ou seja, eles são movidos para a Lixeira. Entretanto, eles continuam aparecendo nas Buscas, por exemplo. Para remover o item completamente, vá até a lixeira e apague o arquivo.
  • Cada Folder torna a performance do Content Server mais lenta. Há um limite default de 1000 Folders, se você ultrapassar este limite…bem…não diga que eu não avisei, rs.
  • Não há uma maneira de controlar o ID das Folders (É sequencial e o próprio Content Server se encarrega disso). Quando você fizer uma migração, por exemplo, não crie as Folders na sua nova instância, porque senão, fatalmente você vai criá-las com ID’s diferentes e na hora de migrar os arquivos de uma instância antiga para uma nova, vai dar probleminha…Eu falo um pouco mais sobre isso em meu post sobre Migração do Content Server (https://andrealmar.wordpress.com/2009/08/11/ucm-tutorial-de-migracao/).

Bom…por hoje é só pessoal….Até a próxima.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s